Psicologia Positiva: O que é e porque importa?

Publicado por
Os nossos Acampamentos de Férias tem em sua essência a preocupação com o desenvolvimento das crianças/jovens por meio de uma experiência positiva.
Ao ler sobre a Psicologia Positiva fiquei muito feliz em constatar que a nossa prática é pautada em estudos científicos e que tem sido usada largamente por muitos profissionais para ajudar as pessoas a aprenderem a ser feliz.
Respeitar o outro, percebe-se como centro de todo o processo e amplificar a autoestima trazendo a tona a felicidade e o bem estar estão presentes no nosso dia a dia junto com as crianças e jovens.
Achei este artigo muito interessante e resolvi compartilhar com vocês e coloquei o link do mesmo para você ter acesso a todo o conteúdo.
Boa Leitura!

Psicologia positiva é o estudo da felicidade. A psicologia tradicionalmente se concentra no estudo das disfunções – pessoas com doença mental ou outras questões – e como tratá-las. A psicologia positiva, em contraste, é um campo que examina como pessoas comuns podem se tornar mais felizes e mais satisfeitas.

A abordagem científica da psicologia positiva estuda pensamentos, sentimentos e comportamentos humanos com foco em pontos fortes em vez de fraquezas, construindo o bem na vida em vez de apenas consertar o mal.

O que é psicologia positiva?

Em menos de uma década, a psicologia positiva chamou a atenção não apenas da comunidade acadêmica, mas também do público em geral. Em uma rápida pesquisa no google por “psicologia positiva”, existem mais de 27.500.000 resultados.

Psicologia positiva é o estudo científico do que faz a vida valer a pena. É um chamado para que a ciência e a prática psicológica se preocupe tanto com a força quanto com a fraqueza. Ou seja, que esteja tão interessada em construir as melhores coisas da vida quanto em consertar o pior, e tão preocupada em tornar a vida de pessoas normais feliz do que com a cura de patologias.

Em nenhum lugar esta definição implica que a psicologia deva ignorar ou descartar os problemas reais que as pessoas experimentam. Em nenhum lugar implica que o resto da psicologia precisa ser descartado ou substituído. O valor da psicologia positiva é complementar e estender a psicologia centrada no problema que tem sido dominante por muitas décadas.

Psicologia positiva é psicologia – psicologia é ciência – e a ciência exige a verificação de teorias contra evidências. Consequentemente, a psicologia positiva não deve ser confundida com auto-ajuda não testada, afirmação sem pé, ou religião secular – não importa quão boas estas possam nos fazer sentir. A psicologia positiva não é uma versão reciclada do poder do pensamento positivo.

Leia o artigo completo! 

Um comentário

  1. Perfeito texto! Contempla em tudo a proposta da Cia do lazer, que trás em sua marca alegria verdadeira da vida, por intermédio da trajetória de seus líderes!
    Entendo inclusive ser a Cia do Lazer um laboratório vivo comportamental de como se deve alimentar a alma, o físico. É uma experiência única, com quebra de paradigmas!
    Recomendo para quem quer ter noção do que seja qualidade de vida!
    Parabéns Cia do Lazer ! Vocês são iluminados!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s